quinta-feira, 28 de julho de 2011

Realengo, aquele desabafo!

O documentário Realengo, aquele desabafo!, produzido pelos pesquisadores do Observatório das Metrópoles, discute a recente política habitacional de reassentamento da Prefeitura do Rio de Janeiro, a partir do programa Minha Casa Minha Vida.
Os conjuntos Vivendas do Ipê Amarelo e Vivendas do Ipê Branco, localizado em Realengo, são reflexos da recente política habitacional de reassentamento realizada pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, a partir do programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV). Nesse contexto, em 2010, 598 famílias de baixa-renda passaram a conviver no mesmo endereço localizado a aproximadamente 25 quilômetros de distância de seus locais de origem: ex-moradores de ocupações e favelas situadas nos bairros de Madureira, Copacabana e Olaria passaram a residir no Ipê Branco, enquanto que o residencial ao lado, o Ipê Amarelo, foi destinado somente às vítimas dos desabamentos ocorridos no Morro do Urubu, situado no bairro de Pilares, após as chuvas de abril daquele ano.
As negociações com a prefeitura, o processo de reassentamento, bem como a convivência entre vizinhos são objetos principais deste documentário, que apresenta os conflitos sociais e as contradições existentes entre os diferentes fragmentos do território urbano: de um lado planejadores e instituições homogeneizadoras da cidade-mercadoria; de outro, populações que encontram, na heterogeneidade do cotidiano, outras formas de apreensão dos espaços da cidade. Quando estes fragmentos se chocam, emerge uma relação dicotômica de liberdade-aprisionamento.
O filme foi realizado in loco a partir de entrevistas audiovisuais, capturadas em fevereiro de 2011, com moradores dos recém-inaugurados conjuntos habitacionais do PMCMV em Realengo, e é resultado do desdobramento da pesquisa Entre a política e o mercado: desigualdades, exclusão social e produção da moradia popular na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, realizada pelo Observatório das Metrópoles (IPPUR-UFRJ).
Novas pesquisas
Realengo, aquele desabafo! é o primeiro vídeo que o Grupo de Trabalho Moradia e Cidade, núcleo Rio de Janeiro, realizou para a pesquisa Entre a política e o mercado. O núcleo está, atualmente, desenvolvendo um média-metragem sobre o caso da política de reassentamento em Realengo, previsto para ser divulgado em agosto deste ano.
Outro documentário também será produzido para abordar as ações habitacionais do megaempreendimento Cidade Paradiso, primeiro bairro planejado de Nova Iguaçu. As pesquisas para esse trabalho estão em fase inicial e serão divulgadas no seminário da Rede Nacional de Grupos de Trabalho – Moradia e Cidade, do INCT Observatório das Metrópoles, que ocorrerá nos dias 10, 11 e 12 de agosto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário